Você está em Notícias / Notícias

VIABILE REALIZA PROJETOS EXECUTIVOS DA REDE BRASILCORD DA FUNDAÇÃO DO CÂNCER

12.07.2013

Essa semana a Viabile está em Campo Grande para a implantação de mais um Banco de sangue de cordão umbilical. Trata-se de um projeto muito importante pela seu caráter social e vital. 

A Viabile realizou os projetos executivos do banco de sangue de cordão umbilical e do Centro de tecidos Biológicos de Minas Gerais (CETEBIO - Hemominas). Este projeto já foi executado, implantado e está em fase de inauguração. Agora a Viabile está trabalhando nos projetos executivos desses bancos em Campo Grande e Manaus.

Os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário – BSCUP, são os bancos mantidos pelo poder público, integrantes da Rede BrasilCord, responsáveis por todo o processo desde a triagem, coleta, testagem, processamento, armazenamento e liberação do sangue de cordão umbilical e placentário. O sangue armazenado nestes bancos é proveniente de doações, e poderá ser utilizado por qualquer pessoa que necessite, inclusive pelo próprio doador, desde que haja compatibilidade e o sangue estiver disponível. Há critérios que devem ser obedecidos para que o sangue seja armazenado, como, por exemplo, volume e quantidade mínima de células coletadas.

Os BSCUP também armazenam material para uso aparentado (parentesco de primeiro grau com o recém-nascido) quando há indicação médica para tal procedimento e que o justifique adequada e claramente. Neste último caso, as células contidas no sangue de cordão são de uso exclusivo do paciente indicado, e o armazenamento também é gratuito.

A Rede BrasilCord reúne os Bancos Públicos de Sangue de Cordão Umbilical e Plancentário (BSCUP). O objetivo é armazenar amostras de sangue de cordão umbilical, material rico em células-tronco hematopoéticas (capazes de produzir os elementos fundamentais do sangue), essenciais para o transplante de medula óssea.

Com a Rede BrasilCord, as chances de transplante para pacientes que não possuem um doador aparentado aumentam consideravelmente, bem como o número de transplantes a serem realizados, salvando mais vidas. A expansão da Rede prevê unidades em todas as regiões do país, para contemplar a diversidade genética da população no Brasil.

Acompanhe o Gemarq no Facebook! Siga-nos no Twitter!